quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Mais um ano



Mais um ano chega
se despede de dezembro
com pulsão transformadora

deixa o que passou em seu lugar
quer mostrar a que caminha,
sua paixão edificante

para despender menos e construir mais
perceber em vez de palestrar
organizar o que resta confuso
eleger os arredores dele mesmo
perto, continuamente perto,
outros, por falta de mais, que sigam
em frente, sempre, adiante
cada qual para o lado cabido
cada um em seu instante

prefere o amor ao ardor
o perdão diante da dor
a oração que faz sentir
na pele a mudança tênue
ou evidente para toda gente
enfim, um ano para ser
melhor que o anterior,
como tenta o ser humano
a todo novo ano.


Raquel Abrantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário