quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Estrela-guia


Elegante e fina
com seus olhos de felina
mas de ameaça nada há
vive em eterno estado de graça
em seus cordões dourados
que lhe caem abençoados
veio para trazer a paz
e, quando cansa, ainda faz mais
pelos outros por todos para tudo
é uma fortaleza, meu escudo
contra todas as improcedências
age com calma, extrema paciência
seu colo, sem dono aparente
tem mil pretendentes
é uma chuva de lágrimas
emoção pura, sem lástima
e dela o orgulho que tenho
nesta vida, neste desenho
é inexprimível, indizível
de tanto amor, de tanto calor
que grita, cala, sente
traz aquele abraço
que afaga toda gente
passo a passo
lado a lado.

Uma alma imperativa
veio pôr ordem na vida
de todos, sempre querida
mensageira de luz
imponente, parece estridente
mas é puro riso agregador
envolvente.

Mãe de brilhantes instantes
de momentos desesperantes
oscilante porque preocupada
como responsável pela jornada
em sua encantadora dispersão
tem esta visão, quem diria 
por ser uma estrela-guia. 


Raquel Abrantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário