segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O presente do acaso


a gente faz planos
todo o tempo
desde as primeiras percepções da infância
fazemos planos, como criança
começamos pelos mais simples
como ir à praia no fim de semana
passar o domingo na casa da avó
brincar no parque com os amigos
e, nesta fase infante,
ainda não é possível entender
que muitos planos excitantes
não chegam a acontecer
pelos imprevistos mais vistos
como a chuva que nubla a paisagem
como o trânsito que impede a passagem
como o resfriado resultado da friagem
e vamos replanejando
tentando evitar novas frustrações
que desconstroem idealizações
mas o futuro ao acaso pertence
e nada de negativo nisto há
sem saber a gente perde para ganhar
e os muitos planos frustrados
nos levam a contentamentos nunca pensados
que tornam a vida uma descoberta
incessante do próximo instante
em um ciclo que se completa
espontaneamente se integra
ao permitir florescer 
as possibilidades do crescer
como a vida que brota
dentro da gente
o amor maior, o presente
que vence todos os planos da mente
trazendo o anjo, o amigo, o parente
o sangue que corre sem perceber
nas veias, nos traços, no mundo
sem passado, sem futuro, sem fundo
apenas presente
sempre presente
maior que qualquer plano
superando qualquer engano
mais, muito mais que suficiente
Transcendente
ao amor de um filho
nunca haverá sentido
correspondente


Raquel Abrantes

8 comentários:

  1. Maravilhoso RAQUEL!
    Somente a sensibilidade de uma MÃE, para escrever tão lindo sobre o que um FILHO representa em nossa vida, mesmo que ela nos apresente por vezes algumas "adversidades"
    Parabéns! Estou muito orgulhosa de você .
    Bjs,
    LIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lia! Vindo de você, que nasceu para ser mãe de todos, é um grande elogio. Beijo grande. E este presente é de todos nós.

      Excluir
  2. Lindo, Raquel! Dá para ver seu sorriso por escrito.
    beijo
    Rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querido Rafael! :)

      Beijos

      Excluir
    2. Obrigado mãe,fiquei muito feliz por vc ter dedicado essa poesia a mim!Te amo,Diego

      Excluir
  3. Meu amor, eu que agradeço a Deus por ter me dado você de presente!

    Beijos, amorzinho.

    ResponderExcluir