terça-feira, 17 de março de 2009

Vou na pensão

Meio-dia. Feijão, arroz, bife, farofa. Hoje tem.
Vou na pensão... com ninguém.
Eu e meus delírios... agora cativos.
Seguindo com Drummond na bolsa para garantir a diversão.

Pensamentos quando sempre me perturbam
levanto a dúvida da existência
Não há como retrucar.
Enquanto isso, minha vã consciência do mundo
Me deixa bem no fundo do meu ser... que não encontro o fundo.

.

2 comentários:

  1. parabens pelo post. Gosto de vir aqui.
    Tenha um feliz final de semana.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  2. Vou na pensão... me empresta um Drummond?

    Tô gostando de ler os textos.

    Bjs
    Ricardo

    ResponderExcluir