terça-feira, 27 de novembro de 2012

Lâmpada


olho para todos os lados
mas não vejo o que procuro
aquela lâmpada amarela
mostra que não sei como funciona
até queimar e estagnar
não sei como funciona

e não restar mais luz
e a visão comprometida
turva e, de repente,
começo a ver para dentro
que não sei como funciona

vejo uma chama
que ainda não se apagou
uma chama escondida
de uma realidade partida
cheia de faíscas e incertezas
não sei como funciona

abro os olhos doídos
de tanto esforço para enxergar
e tenho a lembrança de que
é preciso trocar a lâmpada
que não sei como funciona.


Raquel Abrantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário